Cursos

PAI, MÃE, BEBÊ: REFLEXÕES SOBRE A GESTAÇÃO, O PARTO E O PUERPÉRIO DAS INTER-RELAÇÕES DESSA TRÍADE E DEMAIS MEMBROS DA FAMÍLIA

*Oferecido em 2015

APRESENTAÇÃO
Uma das primeiras tentativas publicadas, no mundo ocidental, com o objetivo de alterar a postura conformista com a citação bíblica: “Parirás com dor”, veio do obstetra inglês, Dr. Read, em 1942. Ele propôs a existência do ciclo medo-tensão-dor para explicar a origem da dor do parto. Seguiram-no os russos Velvoski e Platonov (1949) que fundaram o movimento psicoprofilático, propriamente dito, com base na teoria dos reflexos condicionados.

Em 1951, o obstetra francês Dr. Lamaze introduziu na França o método russo e, desde então, muitos têm sido os  autores que vêm restituindo à mulher uma condição participante em sua gestação e em seu parto o qual não necessita mais ser associado necessariamente à dor. Atualmente têm-se buscado uma compreensão mais integral dos fenômenos vividos pela mulher, seu companheiro, seu bebê e sua família, não só na gestação e no parto, mas particularmente no puerpério, dando-se lugar de grande importância às emoções presentes nessas situações.

Por outro lado, a partir dos anos 70, têm-se observado vários movimentos no sentido do reconhecimento do bebê como uma pessoa. Se as reflexões dos obstetras que se voltaram para a amenização do sofrimento da mulher no trabalho de parto foram revolucionárias, as contribuições dos autores que vêm estudando as comunicações dos bebês têm alterado sensivelmente, não só a compreensão sobre eles, como da mente humana. Isso engendra, também, a necessidade de uma revisão dos conceitos da clínica psicológica e das crenças, até então vigentes, no que diz respeito às inter-relações do bebê com seus pais desde sua gestação biológica à concomitante gestação de uma imagem, de um papel, de um lugar na família em que o bebê também tem participação.

O contato com esses trabalhos recentes, associado a mais de vinte anos de docência na Disiciplina Estágio Supervisionado no Atendimento Psicológico a Gestantes estimulam-me entusiasticamente a organizar esse curso.

OBJETIVOS
Neste curso refletiremos sobre a psicologia da mulher nos momentos de gestação, parto e puerpério, privilegiando as inter-relações entre pai, mãe, bebê e demais membros da família, nessas situações.

PROGRAMA
Breve Histórico do Movimento Psicoprofilático.
Objetivos do acompanhamento psicológico  à gestante, parturiente e puérpera.
O processo gestacional e a gestação das inter-relações Pai-Mãe-Bebê.
O Trabalho de Parto e as inter-relações Pai-Mãe-Bebê.
O processo puerperal e as inter-relações Pai-Mãe-Bebê.

METODOLOGIA
Leitura e reflexão sobre textos e exemplos clínicos, com o auxílio de recursos audio visuais em alguns temas.

A QUEM SE DESTINA
Alunos do último ano e profissionais de Psicologia e de áreas afins relacionadas aos eventos perinatais.

DURAÇÃO
Um ano letivo, com aulas quinzenais de três horas-aula.

CUSTO
Entrevista de seleção com o candidato: R$ 50,00
R$ 300,00 mensais (em 2015)
*valores reajustados anualmente
Vagas limitadas

COORDENADORA
Maria Nurymar Brandão Benetti

PERÍODO DE PRÉ-INSCRIÇÕES
Para posterior agendamento da entrevista com a(s) coordenadora(s).
Contato pelo telefone (19) 3207 2965 com Nurymar ou pelo e-mail nurymar.brandao@gmail.com

Mackenzie Thorpe


FICHA DE PRÉ-INSCRIÇÃO (selecione a opção 3)